Voltando a Providencia

Panoramic Providencia Island

Viajando a Providencia, no Caribe

Depois de exatamente 2 anos de minha visita a Providencia, pela primeira vez decidi voltar a esta bela ilha. Assim como em minhas outras viagens pela Colômbia, esta vez eu também não iria de férias. E embora na primeira viagem eu tenha dito que voltaria de avião e com uma bela mulher ao meu lado, só pude tornar realidade o primeiro.

Eu fiquei na casa de Mariela, na “Brisa del Sur“, localizada em Southwest Beach e a apenas 10 minutos a pé da mais linda praia da ilha. No entanto, quando cheguei não imaginei que teria tempo para nadar.

No mesmo dia da chegada recebi um convite do hotel “Deep Blue”, o melhor hotel da ilha. O hotel é muito bonito e tem um restaurante construído sobre a água. Localizado no litoral nordeste, o hotel oferece lindas vistas para Cayo Cangrejo e, graças à sua localização geográfica, uma deliciosa brisa sopra constantemente. Isto não só ajuda a refrescar o ambiente, mas também a afastar os incômodos mosquitos.

Crab Cay Providencia Island

Minha conversa com o diretor de turismo da ilha esclareceu muitas coisas. Ocorre que para conservar a cultura e as tradições da ilha, foram implementadas várias medidas: não mais serão permitidos veículos, haverá maior regulação migratória, não serão construídos mais hotéis nos próximos 20 anos e os provedores de alojamento deverão atender uma série de requisitos. Apenas os ilhéus poderão fazer negócios na ilha, incluindo os hotéis. Estas medidas podem acabar sendo problemáticas, pois muitos hotéis requerem maior investimento com urgência. Dado que quase ninguém investe sem exercer controle, não tenho certeza de que seja possível atingir os objetivos que exige o turismo de qualidade.

Na manhã do quarto dia levantei cedo para escalar a montanha mais alta da ilha. Queria tirar algumas boas fotografias e, ademais, um pouco de exercício não faz mal a ninguém. “O topo fica a quatro horas de caminhada”, me disse o guia local antes de subir. Quando lhe perguntei se estava em bom estado físico, respondeu que era tão veloz quanto um raio, mas na metade do caminho já não parecia tão entusiasmado. Depois de 40 minutos eu já estava no topo desfrutando da maravilhosa vista que queria e tirando muitas fotos. Quando finalmente Eusebio, o guia local, conseguiu chegar, ainda tinha suficiente motivação para ser entrevistado. Em geral, descobri que a definição de velocidade na ilha é muito diferente da do resto do país.

Beach Providencia

De volta ao meu alojamento com Mariela, esperava ansiosamente por minha comida em Southwest Beach. O peixe fresco e os pratos mistos com pescado aqui servidos são fenomenais, ideias para quem desejar fazer turismo gastronômico na Colômbia. Sentado na praia a 5 metros da água, com uma maravilhosa vista para o mar, dificilmente conseguia imaginar algo mais belo. À noite, o marido de Mariela tocou musica insulana no acordeão.

Depois de 5 dias em Providência, apenas 10 minutos na água e vários dias ocupados, estava feliz em embarcar no avião de volta a Bogotá. Providencia é definitivamente um belo lugar para se visitar na Colômbia, para se passar umas férias de sol e praia desfrutando dos belos arredores e do peixe fresco. E novamente retomo o mesmo desejo de 2 anos atrás: na próxima, virei acompanhado de uma bela garota.

Sunset Providencia

Pelecanus. Viagens à Colômbia .

Dezembro 2017

Blog Frank Spitzer

2018-12-11T21:07:16+00:00

Deixe seus comentários