fbpx




BOYACA

Nas montanhas da cordilheira oriental dos Andes se encontra Boyacá, um dos 32 departamentos que conformam a Colômbia. É conhecido no país por ser uma região fria, cujas principais atividades económicas são a agricultura e a mineração de esmeralda. Porém, este departamento tem muito mais a oferecer: climas cálidos, vales e savanas, com uma grande variedade de paisagens, uma gastronomia única que nos aproxima aos nossos antepassados indígenas do altiplano e seus formosos povoados traçados com a história que tem vivido o país a o longo de quase 500 anos.

Em Boyacá se encontrava o centro religioso da cultura Muisca. Foi um território muito importante durante a conquista e pela sua vez no processo de independência com as guerras que se deram no Pantano de Vargas e no Puente de Boyacá. Atualmente tem alguns dos povoados mais formosos da Colômbia, com o é o caso de Mongui e Villa de Leyva, e é lar do artesanato local pelo qual a Colômbia é reconhecida (ruanas, cerâmicas, tecidos, entre outras).

Boyacá tem muitas joias (não só as esmeraldas) para serem descobertas: povoados históricos, artesanato interessante, locais mágicos para caminhar e conhecer, páramos, altas montanhas, um dos lagos mais belos do país e gente amável que recebe ao turista de braços abertos.

O tempo de viagem desde Bogotá até Tunja é de aproximadamente 2 horas. A média de tempo para os principais atrativos turísticos de Boyacá desde Tunja é de 1.5 horas. É uma região montanhosa, assim que durante a maioria dos percursos haverá muitas curvas. contudo, as rodovias para os atrativos principais estão em bom estado.

Existe transporte público para chegar aos povoados, principalmente desde a cidade de Tunja, embora haja algumas rotas que se realizam desde Bogotá. Este transporte está composto por ônibus e vans.

  • Fevereiro: Festividades artísticas e culturais (Ventaquemada), Festival Astronómico (Villa de Leyva).
  • Julho: Festival do Lago Sochagota (Paipa), Festas da Virgem de Chiquinquirá.
  • Agosto: Festival de Pandorgas de Villa de Leyva.
  • Setembro: Concurso nacional de bandas musicais de Paipa.
  • Dezembro: Festival de luzes.

Os principais atrativos turísticos de Boyacá estão localizados a alturas que oscilam entre os 2.000 e os 4.000 msnm. Por isto há que considerar que ao chegar de uma altura inferior é preciso se aclimatar antes de realizar qualquer atividade física. Além disto, e por causa da altura, também há que ter em conta que, embora às vezes não se sinta, os raios solares podem ser bastante fortes e afetar a pele. É preciso utilizar proteção solar.

Assim como a sua altitude, a temperatura de Boyacá nos principais locais turísticos é também moderada e baixa. Deve-se  ir agasalhado para evitar o frio.

Os traslados no departamento de Boyacá são principalmente por via terrestre.  Ao ser uma zona montanhosa, há muitas curvas nas rodovias. Se o visitante sofre de enjoos, é bom ter alguma medicação para combater os seus efeitos.

Para oferecer

  • Puente de Boyacá

    A importância histórica que tem “El Puente de Boyacá” é inegável. Foi neste ponto onde se levou a cabo a última batalha contra a coroa espanhola pela independência do território que agora conhecemos como a Colômbia. Ali, além de ver dois bonitos monumentos e desfrutar da formosa paisagem das montanhas boyacenses, o visitante pode conhecer mais a fundo a história do país.

  • Ráquira

    O povoado de Ráquira é famoso dentro do território colombiano pelos trabalhos em cerâmica, herança do povo indígena que habitava essa região. Este povoado conta com uma linda arquitetura e incríveis esculturas realizadas em argila cozida que se podem ver no parque principal, rodeado de lojas cheias de artesanatos colombianos para ser admirados e, por que não, adquiridos aos artesãos locais.

  • Villa de Leyva

    É um dos povoados mais conhecidos e turísticos da Colômbia pela sua estética colonial e republicana. Foi declarado monumento nacional em 1954, e é por isto que a sua arquitetura e ruas empedradas são conservadas para o interesse público da nação como testemunha da cultura e a história que encarnam.

    Neste povoado não somente se desfrutará da sua estética, mas que também por ser o centro de varias atrações turísticas como o fóssil de um animal marino que viveu faz milhões de anos na região, um monastério que data do século 17, museus de história natural, de cultura e de história, dentre outros. A temperatura média é 17 º C e a sua altitude 2.149 msnm.

  • Monguí

    Com uma temperatura média de 12 º C e uma altitude de 2.900 msnm, este frio e lindo povoado de Boyacá, é catalogado como um dos mais formosos Na Colômbia, oferece sua arquitetura colonial, a deliciosa truta arco-íris para deleitar o paladar e nas suas proximidades fica o Páramo de Ocetá, um importante refugio natural. Monguí é conhecida também pelas suas fábricas de bolas de futebol feitas a mão.

  • Pueblito Boyacense

    Localizado em Duitama, este lugar reúne a riqueza arquitetônica e cultural do departamento de Boyacá. Ali serão vistas edificações que recriam os diferentes locais e povoados mais importantes do departamento: Villa de Leyva, Tenza, Sáchica, Ráquira, Monguí, dentre outros. No lugar também se encontrarão restaurantes de comida tradicional boyacense, artesanatos e sobremesas.

  • Lagoa de Tota

    A 3.015 msnm encontra-se localizado o maior e  mais alto lago da Colômbia: A Lagoa de Tota. Com uma superfície de 55 Km² e uma profundidade máxima de 60 metros. Esta lagoa foi um dos locais mais importantes para os aborígenes Muiscas. Tem num dos seus lados uma linda praia de areia branca que pode ser confundida com uma praia do mar caribe, se não fosse porque a sua temperatura média oscila os 12 º C.

    A lagoa é uma grande fonte de truta e é adequada para realizar atividades como navegação, desportos aquáticos, cavalgadas, dentre outros.

  • Parque Nacional Natural El Cocuy

    Este gigantesco parque (306.000 hectares) conta com a maior massa glaciar da Colômbia; mais de 25 picos cobertos de neve e gelo em duas cadeias montanhosas. A altitude do parque oscila entre os 600 aos 5330 msnm, oferecendo ao visitante várias trilhas para realizar caminhadas passando por ecossistemas de bosque andino, páramo, lagoas e alta montanha, oferecendo a possibilidade de observar a fauna e flora, avistar aves e receber educação ambiental. O parque tem acesso limitado, assim que tem que planejar com tempo a sua visita.

Destaques atualmente

2019-08-27T22:38:57+00:00